Estou em uma fase muito significativa em minha vida, a qual me traz a oportunidade – regada com uma pitada de sorte – de poder escolher meus próprios projetos.

L ázaro Ramos é um ator, apresentador, cineasta e escritor de literatura infantil brasileiro, que iniciou a carreira artística no Bando de Teatro Olodum. Durante os anos de 1998 a 2002, foi âncora do Fantástico. Ganhou notoriedade ao interpretar João Francisco dos Santos no filme Madame Satã (2002). Lázaro foi indicado ao Emmy (2007) de melhor ator por sua interpretação na novela Cobras & Lagartos, como Foguinho.

Fez uma participação na peça A Bruxinha Que Era Boa, de Maria Clara Machado, 1988, quando tinha uns 12 anos num teatro itinerante que estava em Salvador, substituindo seu primo. Lázaro não tinha noção o que era atuar. Até que aos 15, decidiu ser ator. Em 1994, entrou para o Bando de Teatro Olodum, atuando na peça Bai, Bai Pelô. No cinema, fez uma figuração com o bando em Jenipapo 1995, de Monique Gardenberg, em 1998, o filme Cinderela Baiana.
Em Sabor da Paixão, em 2000, quando contracenou com Murilo Benício e Penélope Cruz, uma comédia da diretora venezuelana Fina Torres. Madame Satã foi seu primeiro filme como protagonista. Mas, antes da estreia deste filme, Lázaro já havia rodado O Homem que Copiava, em que também fazia o papel principal, o tímido desenhista e operador de fotocopiadora André. Em Cafundó, de Paulo Betti, Lázaro viveu seu terceiro protagonista, João de Camargo, um ex-escravo que vira líder religioso. Em Nina, filme de Heitor Dhalia, inspirado no clássico Crime e Castigo de Dostoiévski, fez uma rápida aparição como um pintor.

  1. Drama Biográfico

    Madame Satã

    Madame Satã é um filme brasileiro e francês de 2002, do gênero drama biográfico, dirigido por Karim Aïnouz. Em novembro de 2015 o filme entrou na lista feita pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.

    a
  2. Drama

    O Homem que Copiava

    O Homem que Copiava é um filme brasileiro de 2003, do gênero drama e é o segundo longa-metragem dirigido pelo cineasta gaúcho Jorge Furtado. O filme, ambientado na zona norte da cidade de Porto Alegre, conta a história de André (Lázaro Ramos), um jovem operador de fotocopiadoras que precisa de 38 reais para se aproximar de sua vizinha Sílvia (Leandra Leal), por quem está apaixonado.

    a
  3. Drama

    Meu Tio Matou um Cara

    Meu Tio Matou um Cara é um filme brasileiro, lançado em 31 de dezembro de 2004, do gênero comédia, dirigido por Jorge Furtado. O filme é ambientado na cidade de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. Foi produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre.

  4. Drama

    Cidade Baixa

    É um triângulo amoroso entre uma prostituta e dois homens que fazem transporte marítimo. Eles seguem para a Cidade Baixa de Salvador. Entre as dificuldades de relacionamento, o filme mostra o cotidiano das pessoas dessa região. Fala de pobreza, drogas, prostituição e violência.

  5. Telenovela

    Cobras & Lagartos

    Na novela ps atores que interpretam os dois anti-heróis, Lázaro Ramos e Taís Araújo, consagraram-se como 1º casal negro de sucesso na teledramaturgia brasileira, com atuações carismáticas e apelo junto ao público.

  6. Programa de Entrevistas

    Espelho

    Espelho é um programa de entrevistas que está no ar de 2006 e consolidou a carreira de Lázaro Ramos como um apresentador com carisma na TV brasileira. Está na sua 8° temporada!

  7. Comédia Musical

    Ó Pai Ó

    É um filme brasileiro do gênero comédia musical, lançado em 2007, dirigido por Monique Gardenberg e com roteiro baseado em uma peça de Márcio Meirelles. Tem como coordenador de trilha sonora Caetano Veloso. É estrelado, em sua maioria, por atores do Bando de Teatro Olodum, grupo que também encena o texto no teatro. É também o episodio piloto da série de TV do mesmo nome.

  8. Telenovela

    Insensato Coração

    Lázaro ocupa um espaço que já pertenceu a atores como Tarcísio Meira, Francisco Cuoco e, mais recentemente, José Mayer. Sua presença nesse posto simbólico, com a inevitável carga de polêmica que acarreta, reflete as mudanças profundas que estão em curso não apenas na televisão, mas no interior da sociedade brasileira. Os negros estão ocupando novos lugares. – Época

  9. Telenovela

    Lado a Lado

    Lado a Lado conquistou o Emmy Internacional de melhor telenovela em Nova York. Nesta novela Lázaro Ramos volta fazer par romântico com a personagem da atriz Camila Pitanga.

  10. Comédia Musical

    Tudo que Aprendemos Juntos

    O filme é baseado na peça de teatro “Acorda Brasil”, do empresário Antônio Ermírio de Moraes, e retrata a história de um violinista frustrado que passa a lecionar música em uma escola pública da cidade de São Paulo e como futuramente isso acabou desencadeando na criação da Orquestra Sinfônica de Heliópolis.

  11. Série

    Mr Brau

    A história gira em torno de um cantor popular, o “Mr. Brau” (Lázaro Ramos) ele será casado com “Michele” (Taís Araújo), ela também será empresária e coreógrafa dele e é super controladora com o marido seguindo a risca o ditado “por trás de um grande homem tem uma grande mulher” esse será o lema de “Michele”.

  12. Variedades

    Lazinho com Você

    Lazinho com Você é um programa de variedades dominical exibido pela Globo. Apresentado por Lázaro Ramos, estreou em 10 de Dezembro de 2017.

Lázaro Ramos é um dos mais talentosos atores do país reconhecido nacional e internacionalmente

A primeira aposta de Lazaro Ramos na literatura infantil foi aos 21 anos, com o título “Paparutas”, uma referência a Ilha do Pati, em São Francisco do Conde, cidade de origem de grande parte da sua família. Segundo Lazaro, este livro é muito mais sobre a criança que ele foi e sobre autoestima. Seu segundo livro, “A Velha Sentada”, lançado em 2010, versa sobre as relações das crianças com a internet e o poder da imaginação.
No teatro, Lázaro Ramos atualmente dirige e encena ao lado de Tais Araújo o drama O Topo da Montanha, texto da autora nova-iorquina Katori Hall, com tradução de Sílvio de Albuquerque. O espetáculo imagina as últimas horas de vida do líder dos direitos civis norte-americanos Martin Luther King Jr.

a
Direção

Lázaro já assinou a direção de quatro peças teatrais, dois Documentários e dois Clipes, além de uma turnê musical e um longa metragem.

a
Televisão

Com mais de 33 participações em programas nas TVs fechadas e aberta, Lázaro tem no carreira personagens em novelas, séries e apresentações de programas.

Desde 1988 Lázaro já atuou em inúmeras peças de Teatro. Sua mais recentente peça ``O topo da Montanha`` tem atraído milhares de espectadores pelo Brasil.

a
Prêmios

Em 2019 Lázaro recebeu o Troféu Oscarito, no festival de Gramando. O prêmio é dedicado a atores e atrizes que marcaram o cinema brasileiro. Em 2005 recebeu o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro.

a
Cinema

No Cinema Lázaro Ramos acumulou grande experiência como um dos atores mais diversos e consagrados do país sendo uma dos mais reconhecidos atores do cinema nacional.

a
Literatura

Na Literatura escreveu 4 livros infantis e um dos mais lidos livros sobre a questão racial da atualidade chamado Na Minha Pele.